[ O LÍDER MODERNO ]

Home / Blog / [ O LÍDER MODERNO ]

Segundo os Samurais, o Conceito de Virtude é um tema relevante a todos que desejem manifestar uma convivência reta e íntegra, sempre. Para eles, ser virtuoso significa manter uma conduta exemplar e ser um exemplo a ser seguido. Isso é entender que um homem Sábio só caminha pelas Virtudes dele e de quem com ele interage.

Um Líder que adota a Ética Humanista, como alternativa a ética subjetiva e/ou a ética autoritária, tem como foco principal desenvolver o potencial existente em cada colaborador para evoluir o “todo do meio que lidera”.

Como o grande desafio de um Grande Líder é cotidianamente liderar com humanismo e ética, utilizaremos o Código Samurai (Bushido) para nos inspirar e nos ensinar princípios importantes e elevados de liderança.

1 – AUTOCONTROLE (controle sobre si mesmo; autodomínio, comedimento, equilíbrio)

Quem desenvolve o autocontrole consegue analisar cada situação, previamente, o que lhe permite interagir com maior precisão. A aceitação do prazer ou do sofrimento que lhe cabe como resultado de suas ações é consequência de sua plena consciência. Esse nunca reclama e continua sendo ele mesmo, tanto nos erros, quanto nos acertos.

2 – COMPAIXÃO (impulso altruísta de ternura para com o sofredor; sentimento piedoso de simpatia)

A Virtude Compaixão deve sempre ser exercida com aquele Sentimento de Justiça que impede a criação de qualquer tipo de dependência coletiva ou qualquer tipo de dependente individual. O Samurai sabe o quão importante é ser compassivo. E, se a oportunidade demorar a surgir, ele sabe que deve sair do seu caminho para encontrá-la.

3 – CORAGEM (firmeza de espírito para enfrentar situação difícil; moral forte perante o perigo)

Ter coragem para mudar as coisas que podem ser mudadas é propriedade de ‘Fortes’. Líder forte é aquele que sempre faz tudo o que for necessário e, quando não o faz ou procrastina o que entende como dever, ele se sente um ‘lixo’. Cultivar a coragem não é o bastante para o Samurai, posto que ele procure reconhecê-la no próximo.

Há o exemplo de dois senhores feudais, Kenshin e Shingen, que lutaram por quinze anos. Ao saber da morte de seu rival, Kenshin chorou amargamente pela perda daquele a quem classificou como “o mais perfeito dos inimigos”.

4 – ERUDIÇÃO (instrução; vastos conhecimentos científicos e literários)

Para um Samurai erudito a visão interna leva a uma postura de responsabilidade, em relação às ações e atitudes necessárias. Ele entende que não há tonalidades cinza no que se refere à honra e justiça, só há o certo e o errado que ele já reconhece. Sabe que o verdadeiro homem faz o que pode até que seu destino lhe seja revelado.

5 – GENTILEZA (ação nobre, distinta ou amável)

Ser constantemente gentil para com todos é um dos pontos que destaca e marca a Nobreza de um Samurai que possui a capacidade de satisfazer, tanto ao próximo, quanto a ele mesmo. Gentileza é uma manifestação da consideração cerimonial à divindade e aos sentimentos do próximo, dos mais sutis aos mais grotescos.

6 – HONESTIDADE (preceitos morais do que é decente, do que tem pureza e é moralmente irrepreensível)

No Credo do Samurai aprende-se: “Eu não tenho poder divino, faço da honestidade meu poder divino”. No Código, a honestidade é uma obrigação auto imposta para aqueles que seguem essa doutrina.

Como o Código ensina: “morrer quando o certo é morrer e lutar quando o certo é lutar”, eu deduzo que seja o ‘certo’ de cada um de nós. Creio que honesto é aquele que age dentro dos seus padrões morais (Ética), sem hesitar.

7 – HONRA (conduta proba, virtuosa, corajosa que permite gozar de bom conceito junto à sociedade)

Honrar-se é autodominar suas paixões. No Bushido, a Honra jamais deve ser abandonada ou preterida. Porque, apesar da mortalidade humana, seu nome e seu legado devem ser eternos. Exemplo Samurai: “Ainda que me desnudes e me insultes, o que importa?… Não poderás manchar minha ALMA com teu ultraje…”

8 – LEALDADE (respeito aos princípios e regras que norteiam a honra; fidelidade aos compromissos assumidos)

Lealdade não exige acordos e nem precisa ser previamente tratada, por ser uma Virtude baseada caráter e no senso de dignidade. Fidelidade significa cumprir um acordo previamente tratado. Lealdade precisa ser um fundamento para qualquer tipo de sociedade, por existir em si e por não depender de laços de amizade ou de família.

9 – SINCERIDADE (qualidade, estado ou condição do que é sincero; franqueza, lisura de caráter)

Sinceridade é traço do caráter e é a manifestação comum de uma persona gentil e leal. Samurais não dizem “mentiras piedosas” para não ferir os sentimentos de outra pessoa, por ser mentira e falta de sinceridade. A “Palavra de um Samurai” precisa ser vista como algo sólido, inquebrantável, mais do que um contrato escrito.

Fonte: Jornal do Empreendedor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *