[ FAÇA VOCÊ MESMO O SEU CARRO AUTÔNOMO ]

Brevan Jorgenson, jovem estudante da Universidade de Nebraska, baixou da internet um software da Comma.ai para carros autônomos, gastou aproximadamente R$ 2.100,00 em hardware e fez de seu Honda Civic 2016, um carro autônomo.

Não, isto não é fake news. Jorgenson já vinha “na cola” da startup Comma.ai, fundada por George Hotz fazia algum tempo. Em dezembro de 2016, a Comma.ai lançou a última versão de seu software de código aberto chamado Openpilot, composto de um software para piloto automático adaptativo, um assistente para manter o veículo “dentro da faixa” e NEO, uma plataforma robótica capaz de rodar Openpilot. A ideia ambiciosa da plataforma é ajudar qualquer pessoa a adaptar seu carro, transformando-o em uma versão mais inteligente e autônoma.

O caso do Openpilot é ainda mais interessante, quando observamos que Hotz está usando práticas do universo do software livre, compartilhando o Openpilot com a comunidade de desenvolvedores para testes e melhoria do código fonte. Linus Torvalds fez isso com o Linux e revolucionou o mercado de sistemas operacionais para PCs. A Comma.ai segue na direção oposta da Tesla de Elon Musk e outros gigantes da indústria automobilística, os quais mantém proprietário seu software de piloto automático. Código aberto ou proprietário, o mercado de tecnologia para carros autônomos foi estimado pelo Boston Consulting Group em 42 bilhões de dólares até 2025. Enquanto isso, é bem provável que o Honda Civic 2016 de Jorgenson já esteja valendo alguns dólares a mais.

Nota 1
O jovem Jorgenson revelou que testou o Openpilot numa rodovia interestadual, à noite, sozinho. Assim, se algo desse errado, somente ele poderia se machucar. Se você não tiver a mesma coragem de Jorgenson, pode começar com uma torradeira, mantendo um extintor de incêndio por perto, just in case.

Fonte: Olhar Digital

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.