[ AS 10 MELHORES DEFINIÇÕES DE GESTÃO DE PROCESSOS ]

Uma definição da gestão de processos ou gerenciamento de processos de negócio, ou ainda BPM (Business Process Management, do Inglês) seria pouco. Por isso, reunimos 10 definições, além de frases e comentários, de de profissionais consagrados no mercado para que você possa ter um entendimento definitivo desta matéria:

10 definições de gestão de processos

1- Definição de Gestão de Processos segundo Gart Capote

“Gerenciamento de Processos de Negócio é uma abordagem disciplinar para identificar, desenhar, executar, documentar, medir, monitorar, controlar e melhorar processos de negócios, automatizados ou não, para alcançar resultados consistentes e alinhados com os objetivos estratégicos da organização”.

Numa linguagem mais direta e informal, este mesmo autor complementa:

“O BPM trata e serve para melhorar a forma como os negócios das organizações são realizados e administrados”

Gart Capote

2- Definição de Gestão de Processos segundo O Guia BPM CBOK

“Gestão de Processos de negócio ou BPM – Business Process Modeling é uma abordagem disciplinada para identificar, desenhar (ou projetar), executar, medir, monitorar e controlar processos de negócio, automatizados ou não, para alcançar consistência e resultados alinhados aos objetivos estratégicos da organização, envolvendo, ainda, com ajuda de tecnologia, formas de agregar valor, melhorias, inovações e o gerenciamento dos processos ponta a ponta, levando a uma melhoria do desempenho organizacional e dos resultados de negócios”. (2009)

3- Definição de Gestão de Processos segundo Gregório Varvakis

“O gerenciamento de processos é a definição, análise e melhoria continua dos processos com objetivo de atender as necessidades e expectativas dos clientes”.

Gregório Varvakis

4- Definição de Gestão de Processos segundo John Jaston e Johan Nelis

“BPM é a realização dos objetivos de uma organização através da melhoria, do gerenciamento e controle dos seus processos de negócio essenciais”.

John Jeston e Johan Nelis

5- Definição de Gestão de Processos segundo o Gartner Group

“BPM define, torna possível e gerencia a troca de informações nas organizações através da visão semântica de um processo de negócio, envolvendo empregados, clientes, parceiros, aplicações e bancos de dados.”

Num estudo desenvolvido por Teresa Jones e John Dixon em 2011, o Gartner Group considera:

“BPM é uma abordagem de gestão que requer que as organizações se tornem orientadas a processos e que reduzam a sua dependência das tradicionais estruturas funcionais e territoriais”.

6- Definição de Gestão de Processos segundo DeToro e McCabe

Gestão por processos é  “uma estrutura gerencial orientada a processos, em que gestor, time e executores do processo são todos executores e pensadores enquanto projetam seu trabalho, inspecionam seus resultados e redesenham seu sistema de trabalho em alcançar melhores resultados”

DeToro e McCabe

7- Definição de Gestão de Processos segundo Shane Schick

“BPM é a habilidade de entender e controlar as muitas partes de um processo complexo”.

Shane Schick

8- Definição de Gestão de Processos segundo José Osvaldo de Sordi

“Um dos objetivos da prática administrativa da gestão por processos é assegurar a melhoria contínua do desempenho da organização, por meio da elevação dos níveis de qualidade de seus processos de negócios”.

José Osvaldo de Sordi

9- Definição de Gestão de Processos segundo Rafael Scucuglia

“Conceitualmente, a gestão por processos significa muito mais do que simplesmente mapear as atividades organizacionais. Significa muito mais do que apenas nomear cada etapa de trabalho com um nome que a identifique […] Resumindo: toda organização é um sistema. Ou seja, funciona como um conjunto de processos. A identificação e o mapeamento destes processos permitem um planejamento adequado das atividades, a definição de responsabilidades e o uso adequado dos recursos disponíveis”.

Rafael Scucuglia

10- Definição de Gestão de Processos segundo William J. Kettinger e Varun Grover

“Gestão de processos é um programa que envolve a formalização ou institucionalização do planejamento, estruturação e avaliação dos processos, de forma radical (Reengenharia) ou incremental (melhoria contínua). […] as empresas que se engajarem na gestão de processos devem aplicar múltiplos métodos para coletar informações, redesenhar e acessar seus processos”.

William J. Kettinger e Varun Grover

Fonte: Site Venki

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.